quinta-feira, 25 de março de 2010

Mala de mulher...


Esse poeminha surgiu quando me lembrei de minha viagem que será na próxima semana. Ficarei alguns dias distantes de vocês e desse nosso cantinho especial, vou morrer de saudades... Mas  calma... Eu vou só ali, me divertir e volto logo, logo cheinha de novidades para dividir... Beijão...

Pega a maquiagem e a bijuteria.
Pega as calcinhas coloridinhas.
Não esqueça o sutiã.

Coloca o vestido que combina com aquela rasteirinha.
Ponha também aquela bolsinha que é pra dar aquele "tchan" .

Shampoo, condicionador, creme para pentear.
Creme para modelar, creme para "desenrugar".
Desodorante e creme para os pés
Travesseiro e chinelos para o relax 
E não se esqueça de se depilar!

Biquini, bronzeador, protetor, chapéu...
E mesmo com o azul no céu não esqueça o edredon. 

Porque mala de mulher é assim
Feita, arrumada, conferida 
E num minuto estamos prontas pra curtir a vida 
Com todos os seus detalhes marcantes

Detalhes que fazem diferença, sim!
Pelo menos fazem toda diferença para mim
Que gosto de observar cada um deles
Tim tim por tim tim!

quinta-feira, 11 de março de 2010

Brisa...


Brisa nos transmite suavidade, leveza. É um vento brando. Vento é ar. Ar é vida. Mas brisa é um vento diferente. Quando penso em brisa me vem à mente sossego, serenidade, paz. 
Lembro-me de pós-tempestade e alívio.

A brisa está presente nas cenas românticas dos filmes e novelas,  no suspiro de amor, no passeio em alto mar, na caminhada do fim de tarde...
Mas também podemos encontrá-la logo pela manhã quando abrimos nossa janela, contemplamos um dia lindo, espreguiçamos demoradamente e sorrimos satisfeitos após uma noite de sono restauradora. 
A brisa nesses casos é simples, mas marcante. Tênue e agradável.
Porém, brisa também nos remete a vitória. 
Vitória sobre a turbulência, o maremoto, a forte chuva... Vitória sobre o caos! 
Ela está presente na respiração aliviada dos conquistadores. Aqueles que passaram por dificulades, problemas, tragédias, desafios, imprevistos... 
Mas que olham tudo isso como um passado superado e vencido. 
A brisa nesses casos é fresca, mas pacificadora. Sutil e primorosa.

Por isso gosto de viver tempos de brisa em minha vida. Me sinto forte, vencedora... Feliz!
Apenas pessoas muito corajosas tem momentos de brisa na vida. 
O ditado é certo: é somente " depois da tempestade que se pode viver a bonança "
Se a brisa chegou em nossa vida e podemos respirar com serenidade é sinal de que uma grande crise a antecedeu e foi vencida. 
A brisa vem dizendo que é momento de comemorar!!!
Porém, o " viver de brisa " beira a covardia. Porque normalmente quem adere a essa filosofia, opta por não se envolver, não se entregar, não amar, não se arriscar... Morre estando vivo!
A brisa vem gritando que é tempo de acordar!!!
A brisa é mansa, calma, porém, notável. Sempre chega em momentos decisivos  e devagar vai nos envolvendo. E nós participamos de sua dança sem perceber, sem relutar.
Mas eu tenho para mim que a brisa é bem mais que tudo isso!
Brisa é quase uma melodia. É a canção que Deus entoa dia a dia avisando para nossa vida que sempre é tempo e sempre para recomeçar...




segunda-feira, 8 de março de 2010

Tudo o que o amor queria ser...


Será mesmo que você me ama?

Estou com medo.
Eu odeio futebol.
Me abrace.
Saia de perto de mim.
Me faça um carinho.
Como assim vai sair com os amigos?
Você nunca me compreende.
Me ajude a abrir isso?
Essa roupa ficou boa?

Diga de novo que me ama?

Não seja grosseiro comigo.
Você anda tão calado.
Eu não estou chorando.
Diga alguma coisa.
Preciso de mais um jeans.
Quero ficar sozinha.
Por favor, não grite.
Você anda muito ausente.
Está me chamando de gorda?


 Você já disse que me ama? 

Pare com isso!
Preciso de você.
Você não reconhece nada do que faço.
Sei me virar sozinha.
Isso é rosa chá e não rosa chock.
Estou com dor de cabeça.
Estou me sentindo muito só.
Fiz um jantar para nós dois.
Você não trouxe nem um presente?


Por que você nunca diz que me ama?


Não notou nada de diferente em mim?
Você se esqueceu da data, de novo?
Vou para a casa da mamãe.
Preciso comprar roupas.
Não me toque.
Me dá um beijo?

Você não me ama mais?


Você nem me nota!
Estou cansada de tudo isso!
Sim,  comprei um sapato novo.
Você nunca tem nada para dizer!
Esse filme sempre me emociona.
Tire essa barata daqui!!!
Vamos fazer uma viagem juntos?
Não suporto mais nem ouvir sua voz!


Eu te amo demais....


Ah! Quanta insegurança!
Quantos questionamentos...muitos deles!
Dúvidas cruéis que invadem o pensamento e tomam conta das emoções.
E por falar em sentimento, o amor é o principal deles!
É em torno dele que tudo gira. Gira a vida. Gira o mundo.
Fato é que o mundo para em um segundo diante da beleza do amar.

A arte de amar...
Entre tantas vaidades, confusões, discussões, contradições, será que ainda é possível excercer?
Melhor nem pensar. Melhor nem dizer.
Mas há uma descoberta importante que fiz ao analisar tudo isso.
Descoberta sublime que acho importante não reter!
Fiquei admirada quando soube que MULHER é tudo o que o AMOR queria ser....

Feliz nosso dia!
Feliz dia Internacional da Mulher!

Beijo!

sexta-feira, 5 de março de 2010

Semeando coisas - Apenas uma breve advertência...


Coisa irritante é a "meninice"...
Coisa pequena é o orgulho...
Coisa covarde é a fuga...
Coisa dolorida é o desprezo...
Mas para todos os que optam por plantar essas coisas existe uma lei:  A lei da semeadura.
E o fundamento dela consiste nisto:
Aquilo que se planta, certamente é o que se colherá.
É só aguardar.... Boa sorte...


Não vou mais...



"Não aceito que as coisas fiquem cinza por dentro e por fora. Se algo tiver que ficar nublado, que seja o céu, não o meu coração". Liss Teles


A partir de agora, NÃO VOU MAIS:


Censurar os erros do passado: Passarei minha vida a limpo e farei dos erros meu aprendizado. Paciência...Continuarei errando porque só erra quem faz!


Criticar ou tentar modificar alguém: Mudarei apenas minhas atitudes. E vou mudar para melhor, sabe por quê? Porque ganho eu e ganha quem me ama também!


Abrir mão dos meus sonhos: Lutarei sempre para que eles aconteçam. Mesmo que eu leve uns tombos, vecerei meu medo e continuarei correndo atrás do melhor de mim.


Colocar minha felicidade nas mãos de ninguém: Vou ser feliz de qualquer jeito! De preferência, amando quem me ama, quem tem preocupações comigo e quem torce para me ver feliz!


Passar a vida esperando pelo que eu desejo que aconteça: Vou aproveitar hoje mesmo enquanto o amanhã não chega. Aprenderei a curtir cada momento com o que existe de bom aqui e agora!


Ficar com pena de mim pelos meus problemas e tropeços: Ao contrário. Agradecerei a Deus por minha força e por ter vencido cada uma das minhas tribulações. Lembrarei sempre que dificuldades, ao invés de castigo, são um grande estímulo à minha criatividade.


Ser pessimista e pensar no pior: Ocuparei meu tempo com algo útil, que me divirta ou que possa ajudar alguém. Vou esperar sempre pelo melhor e valorizar cada amigo e cada coisa boa que acontecer na minha vida.


Despejar problemas nos ombros dos amigos: Aproveitarei a presença deles para me alegrar... (Quando muito pedirei só um colinho...rsrsrsrs). Mas saberei respeitar e preservar meus amigos e com tanto carinho e zelo, nunca me sentirei só, não é?


Querer ser modelo de perfeição ou copiar o dos outros: Vou me aceitar como sou e dar o melhor de mim em tudo o que fizer. Mas acima de tudo: amar, amar e amar e ser muito amada!


A partir de hoje vou viver plenamente, sem medo e ser muito, muito, muito feliz!


By Ângela Moura e eu.




segunda-feira, 1 de março de 2010

Sobre o amor...

Fico lendo por aí algumas dissertações sobre o amor. 
Algumas até bem preocupantes, na minha opinião. Digo isso porque a impressão que dá é que as pessoas hoje em dia por simples falta de opção, estão se contentando com o comum. E como o comum para mim é sempre muito pouco, resolvi expôr minha posição a respeito. Então, lá vai:
Quem busca a pessoa perfeita corre um sério risco de morrer frustrado. Isso é fato.
Pois perfeito é QUEM nos criou. E apenas ELE.
E como seria chato conviver com um "perfeitinho" não é?Já que os defeitos são o grande desafio de quem ama de verdade. Se você consegue conviver com alguém apesar de quem essa pessoa é, eu creio que isso é amor de verdade.
Mas, para mim, amor é vida! É explosão! É empolgação! É felicidade extrema!
O amor de verdade é o primeiro e o último pensamento de cada dia!
É a saudade ao longo das horas de cada dia!
São as insuportáveis e adoráveis diferenças de personalidade.
É a paz de um relacionamento tranquilo, sereno, sincero, harmonioso.
É o despertar do seu melhor para o outro. É o renunciar de suas preferências pelo outro.
Amor para mim é extamente isso: intenso, livre, sem dúvidas, sem desconfianças, sem sofrimentos, sem dor...Amor é amor!
Diferente de paixão, de sexo, de tesão...
Tão ardentes e gostosos, mas proporcionalmente, superficiais e inconsistentes.
Já a consistência do amor é palpável e real.
Diante disso e de tudo o que vivi e aprendi ao longo de uma jornada sentimental marcante, decidi algumas coisas a respeito do amor:
Não quero alguém que simplesmente me aceite!
Não quero alguém que fique comigo simplesmente por causa das circunstância de minha vida que são consequências de experiências passadas não muito boas.
Não quero alguém que convenientemente se adapte aos meus horários malucos, minhas viagens inesperadas, minha agenda atribulada.
Não quero alguém que apenas seja carinhoso, que me compreenda, que tenha algumas idéias compatíveis.
Não quero um relacionamento sem emoção, sem empolgação, sem explosão!
Não quero! Podem me chamar de insatisfeita,exigente. Na verdade sou sim!
Porque quero alguém que eu ame! Quero alguém que eu faça feliz! Quero alguém por quem eu faça tudo! Quero alguém que seja tudo em mim!

Será que todos os que "pensam" que amam, tem alguém assim?




Amar é pensar em você tão alto a ponto de você escutar...