quinta-feira, 3 de junho de 2010

Paciência









Queridos! Quantas saudades de vocês!!! Eu estou trabalhando muito e impossibilitada de postar com a mesma freqüência de antes. Mas não me esqueço de vocês e nem do nosso Crisol e estou preparando textos para que postar em breve! Tenham PACIÊNCIA... rsrsrsrs....Por hora, quero dividir com vocês esse que recebi, li e amei! Infelizmente não foi assinado, pois faço questão, sempre que posto textos que não são meus, de citar e dar os devidos e merecidos créditos! Porém, esse é mais um texto de um dos brilhantes autores anônimos que circulam na internet... E eu quero muito que leiam e reflitam sobre ele, ok? Espero que gostem! Amo vocês!!! Beijão e até breve!

Ah! Se vendessem paciência nas farmácias e supermercados muita gente iria gastar boa parte do salário nessa mercadoria tão rara hoje em dia.Por muito pouco a madame que parece uma "lady" solta palavrões e berros que lembram as antigas "trabalhadoras do cais"... E o bem comportado executivo? O "cavalheiro" se transforma numa "besta selvagem" no trânsito que ele mesmo ajuda a tumultuar. Os filhos atrapalham, os idosos incomodam, a voz da vizinha é um tormento, o jeito do chefe é demais para sua cabeça, a esposa virou uma chata, o marido uma "mala sem alça". Aquela velha amiga uma "alça sem mala", o emprego uma tortura, a escola uma chatice.  Outro dia, vi um jovem reclamando que o banco dele pela internet estava demorando  a dar o saldo, eu me lembrei da fila dos bancos e balancei a cabeça, inconformado.Vi uma moça abrindo um e-mail com um texto maravilhoso e ela deletou sem sequer ler o título, dizendo que era longo demais. Pobres de nós, meninos e meninas sem paciência,  sem tempo para a vida, sem tempo para Deus. A paciência está em falta no mercado, e pelo jeito, a paciência sintética dos calmantes está cada vez mais em alta. Pergunte para alguém, que você saiba que é "ansioso demais" onde ele quer chegar? Qual é a finalidade de sua vida? Surpreenda- se com a falta de metas, com o vago de sua resposta.
E você? Aonde você quer chegar? Está correndo tanto para quê? Por quem? Seu coração vai aguentar? Se você morrer hoje de infarto agudo do miocárdio o mundo vai parar? A empresa que você trabalha vai acabar? As pessoas que você ama vão parar? Será que você conseguiu ler até aqui? 
Respire... Acalme-se... O mundo está apenas na sua primeira volta e, com certeza, no final do dia vai completar o seu giro ao redor do sol, com ou sem a sua paciência... 
NÃO SOMOS SERES HUMANOS PASSANDO POR UMA EXPERIÊNCIA ESPIRITUAL.SOMOS SERES ESPIRITUAIS PASSANDO POR UMA EXPERIÊNCIA HUMANA, SERÁ QUE SEREMOS APROVADOS?

O destino decide quem você encontra na vida... Suas atitudes decidem quem fica."

                                          

sexta-feira, 7 de maio de 2010

FELIZ DIA DAS MÃES!!!




Feliz Dia das Mães à minha e a todas as mamães do mundo!
Que Deus as abençoe!


Mãe...

Tão doce...e bela como uma flor...
Tão imenso e bom é o teu coração!
Sei que Deus te criou com uma missão:
Gerar a vida e dar proteção.
Ainda criança, você me ensinou,
Quando eu tive medo você me encorajou.
Ao me sentir perdido, você me mostrou
Que o caminho é sofrido, mas recompensador.
Você é minha vida, meu anjo protetor.
E é por você que hoje estou aqui
Para falar que o seu existir me faz sorrir
Me sinto pequeno diante do teu valor.
Porque você, mãe é a própria expressão do amor.

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Carroça Vazia

Olá queridos!

Vocês sabem que aqui em nosso cantinho tem espaço para meus textos, para os carinhosos comentários de vocês, para uma boa discussão de opiniões (que eu adoro!!)  e também para tudo que é importante para nosso crescimento. Vi esse texto e achei muito bacana. Pena o autor ser desconhecido pois merecia o crédito e os parabéns. Mas é um texto que se lido e analisado irá nos levar a uma instrução bíblica magnífica que precisa a cada dia ser mais que observada, mas vivenciada por todos nós: 
 
"Sejam todos prontos para ouvir, tardios para falar e tardios para irar-se". (Tiago 1.19)

Boa leitura e boas reflexões para vocês!

Com amor,
Liss

Certa manhã o meu pai, muito sábio, convidou-me a dar um passeio no bosque.
Deteve-se subitamente numa clareira e perguntou-me:
- Além dos pássaros, ouves mais alguma coisa?
Apurei os ouvidos e respondi:
Estou a ouvir o barulho de uma carroça.
- Isso mesmo, disse o meu pai, de uma carroça vazia.
Perguntei-lhe:
- Como sabe que está vazia, se ainda a não vimos?
- Ora, é fácil! Quanto mais vazia está a carroça, maior é o barulho que faz.
Cresci e hoje, já adulto, quando vejo uma pessoa a falar demais, aos gritos, tratando o próximo com absoluta falta de respeito, prepotente, interrompendo toda a gente, a querer demonstrar que só ele é dono da verdade, tenho a impressão de ouvir a voz do meu pai a dizer:
- Quanto mais vazia a carroça, maior é o barulho que faz!

terça-feira, 27 de abril de 2010

Por que?


Por que sempre fazemos coisas das quais sabemos que vamos nos arrepender?
Magoamos, ferimos, desprezamos, agimos sem pensar...
Falamos demais, falamos de menos ou deixamos de falar...
Mentimos, enganamos, ludibriamos, aproveitamos e nos esquecemos de amar....
Agredimos, brigamos discutimos e enfretamos quando deveríamos simplesmente nos calar...
Por que temos que errar, desvalorizar, perder para só então parar, pensar, chorar e nos arrepender? Por quê?
Já imaginou como viveríamos se apenas por um momento, feríssemos nossos desejos tortos e magoássermos nosso próprio ego?
Pensa em como seria a vida se desprezássermos um pouco as nossas vontades e cedêssemos pelo menos uma vez aos desejos do outro? 
Como seriam nossas ações e decisões se pensássemos um pouco mais nelas antes de consumá-las?
Será que é assim tão difícil calar e falar no momento oportuno?
Onde está o impecílio em falar a verdade com respeito e educação?
Será mesmo que é assim tão custoso ser sincero, simples e humilde?
Onde está a dificuldade em amar quem nos propõe amor?
Por que fazer da chuva, um temporal, fazer do vento, um vendaval, fazer da brisa, um furacão?
Se a beleza de tudo está nos atos simples, no amor descomplicado, nos sentimentos desinteressados, na emoção de uma bela canção?
Por que viver em constante conflito  e dor se podemos desfrutar da paz nas estrofes dos poemas, nas declarações de amor, nos abraços no cinema, nas juras eternas de amor? 
Por que insistimos em passar pela vida e vê-la acontecer se fomos chamados a sermos intensos na arte de viver?
Por que?
Para muitas dessas perguntas ainda não tenho as devidas respostas. Mas a grande proposta aqui é nos fazer pensar, analisar, reconhecer...
Quem sabe refletindo sobre a vida e sobre nossas posturas finalmente entenderemos o porquê que apesar de nossa vivência e experiência quando morremos, ainda ficam muitas coisas por  rever, praticar e aprender...


quinta-feira, 22 de abril de 2010

Olhar Altivo



Fico impressionada em perceber como algumas pessoas insistem em nos ver e  tratar como incapazes. Desdenham de nossos talentos, duvidam de nossas habilidades, "trucam" nossa inteligência e nos fazem parecer perfeitos idiotas! Simplesmente porque se consideram as melhores pessoas do universo! Aqueles acima de tudo e todos! Aqueles que sabem demais, fazem perfeito, cumprem o papel. Os soberbos. Aqueles a quem Deus abomina.
Eu poderia até dissertar acerca dessas pessoas, mas creio que tais não merecem tanta atenção. A elas, entretanto, deixo meu lamento, meu pesar.
Sinto muito, por serem pessoas tão pequenas que não conseguem tratar com as outras sem que antes, tenham que ao menos tentar diminuí-las ao mesmo nível. Um nível baixo, evidentemente. Mas o único nível que elas conseguem alcançar com sua mesquinhez, altivez e pequenez.  Um altivo precisa diminuir o mundo para sentir-se grande e forte. É lamentável, mas é uma constatação verdadeira.
Como meu objetivo era mesmo ser breve, termino essa reflexão citando um belo texto que peguei emprestado de outro blog. Mais um que estou seguindo e recomendo. Um texto inteligente que merece ser lido, relido e refletido. 
Ah! Aos "melhores do mundo" um lembrete: Ainda é tempo de deixar-se lapidar! Ainda há lugar no Crisol para vocês! O passaporte para a transformação, chama-se coragem. O pontapé inicial chama-se arrependimento. A recompensa disso tudo é uma nova vida!

Reflexão sobre olhar altivo

Olhar altivo, desejo fixo e convicto de ser acima. Acima de tudo, à frente de tudo. Contudo, carente quase sempre de tudo. De tudo que na verdade o leva a nada. Nada... Bagagem pesada... Know-how de vida em vácuo.
Cheio de si, olhar içado pelo ego, segue transbordando arrogância, promovendo distância, corroendo intimidade, obscurecendo a verdade. Verdade do eu no avesso. Avessa a verdade preconizada por pseudo-realidade. Realidade em desigualdade com a pretensa deidade. Deidade coroada pela própria vaidade. Vaidade que se dilui na ambigüidade. Ambigüidade própria da humanidade. Humanidade caída, trôpega e sem vida. 
Claudio Alvares.
http://olharesvistos.blogspot.com/




quarta-feira, 14 de abril de 2010

Afinal, do que sofremos?


  
Estava assistindo a uma entrevista da Drª Gilda Paoliello (psiquiatra e psicanalista) cedida ao ao MGTV - 1ª edição no dia 12/04/2010. Nela, a doutora falava a respeito da paciência ou, da falta dela, e expunha essa situação como um dos nossos grandes problemas nos dias atuais.
Na mesma entrevista, foi mencionado ainda que o individualismo, a competitividade e a falta de tempo são os grandes colaboradores para a ausência da tolerância no mundo moderno.
Não discordo de nada disso. Porém, analisando e pensando a respeito do tema resolvi escrever esse texto com a finalidade de aumentar a lista dos vilões que, diariamente, agem não só contra a nossa paciência, mas contra nós de uma forma geral e bem ampla. Quero falar sobre os inimigos internos, invisíveis que apesar de serem nossos velhos conhecidos tem liberdade de  agir e nos destruir pouco a pouco. E como se não bastasse,  nós os vemos e tratamos  normalmente e até banalizamos o que eles são capazes de fazer, uma vez legalizados por nós. Agimos assim, como se tudo não passasse de estória. 
Visto isso e a minha paixão por escrever, segue minha lista de uma forma bem peculiar:

EGO: Para mim o "eu" é o mais terrível de todos os nossos inimigos. E o que é pior: ele faz questão de estar a cada dia mais exposto, mais atuante em nós e, consequentemente, mais visível para o mundo. Quando as coisas não ocorrem conforme ele quer, deseja ou imagina, passamos a conhecer a sua força. Ele tende a ser muito mais que impaciente! É cruel, injusto, impiedoso, imoral e sujo. Sem ponderar ou considerar absolutamente nada ele,  quando insatisfeito, age ferindo, massacrando, matando pessoas e sonhos sem a menor preocupação de avaliar se suas ações são lícitas. Ele quer ganhar! Estar por cima e acima sempre! Independentemente do que precise fazer para que isso aconteça. 

VAIDADE: Essa é a cúmplice número um do EGO. Ele a leva por onde vai e ela obedece a todas as suas ordens. São aliados na missão de nos destruir e não medem esforços para tal.  Eles sempre convidam o INDIVIDUALISMO e a COMPETITIVIDADE para auxiliá-los nessa árdua missão e garantir o sucesso da empreitada! A VAIDADE adora aparecer! É exibida e antipática. É tola e superficial. Não suporta ser ignorada. Não suporta saber que está sendo comparada, avaliada. Porque avaliação remete a aprovação ou não aprovação em algo. E ela não admite ser reprovada em nada! Não admite ficar em segundo lugar, não admite que possam haver melhores. Tudo isso porque  ela é parente bem próxima do ORGULHO e herdou a fantasia por ele construída que lhe dá  a certeza de que não existe absolutamente nada que a supere. Nem Deus.

VONTADE: Tá aí uma bandida que detesta ser sacrificada! E tudo para ela é um grande sacrifício, diga-se de passagem. O que ela quer é apenas que não a contrariem. Façam o que ela exige e tudo ficará bem. Ah! Não importa se o que ela manda é certo, errado, ético, ilícito, púdico ou imoral. Isso são detalhes insignificantes e irrelevantes. Importante mesmo é entender que ela é autoritária e imperativa. Adora dar ordens! E quem opta por se submeter a ela não tem outra alternativa senão obedecer.

INVEJA: Acertou quem apostou que essa é a melhor amiga da VAIDADE que por sua vez, é a cúmplice preferida do EGO. Que trio assombroso! A INVEJA mata. Isso é fato. Mas ela não se ocupa em matar aquele que está sendo invejado. Nada disso! Pra quê ela faria isso se o invejoso está muito mais perto e pode morrer primeiro? Para quê então ter trabalho? A INVEJA é inteligente. Sim é! Por mais incrível que isso possa parecer. Ela não mata instantaneamente como uma injeção letal. Ela arma, trama, enreda. E mata aos poucos, lentamente. Assim como  é a morte dentro de uma câmara de gás. Quem está morrendo só percebe isso quando já não consegue mais forças para lutar pela vida. O invejoso, enganado, visto que a INVEJA é prima-irmã da FALSIDADE, descobre apenas em seus instantes fináis que tomou veneno esperando que outra pessoa morresse. Mas aí já é tarde demais. Pois a vida, antes um sopro dado por Deus, agora não passa de um suspiro fraco e distante que vai diminuindo, diminuindo, diminuindo...

MÁGOA: Ao contrário da VAIDADE essa vilã não é aparecida. Ela faz até questão de abrir grandes fendas e de fabricar brechas bem profundas para se esconder o máximo que puder. Porém, a MÁGOA não gosta de viver só. Então, ela sempre convida alguns amigos para morarem ao seu lado. O ÓDIO é sempre o primeiro vizinho a chegar. Como ele é forte, ocupa sempre o melhor lugar na redondeza e para despejá-lo, se for o caso, somente algo tão ou mais forte que ele. Em seguida, vem o RESSENTIMENTO que tem uma mania chata: ele fica sentindo, sentindo e sentindo tudo o que a MÁGOA pede! E isso é a todo momento! Por isso a MÁGOA gosta tanto dele! A vizinhança está quase completa quando os amigos se lembram que a FALTA DE PERDÃO precisa chegar. Porque ela tem o poder de aprofundar ainda mais as brechas, expandindo o espaço para que todos os vizinhos possam conviver e trabalhar com liberdade.  Com a casa grande e espaçosa, muitos outros convidados começam a vir também: FOFOCAS, RAIVA, BRIGAS, INIMIZADES, REBELIÕES, DIVISÕES, FACÇÕES, DISSENSSÕES, INTRIGAS. Cada um vai, com pressa, tomando o seu espaço nas lacunas abertas pela MÁGOA, porque apesar de discreta ela gosta de sua casa sempre cheia.

ANSIEDADE: Inquieta e agitada ela nunca tem tempo para nada! Nos parece no primeiro momento, inofenciva  e por vezes, engraçada. O suejto até ri quando se vê preocupado com algo que nem sequer aconteceu e nem tem perspectivas reais de vir a ocorrer. Mas é importante lembrar que a ANSIEDADE, assim como sua amiga MÁGOA, não costuma andar sozinha. E com ela, sempre estão três inseparáveis e perigosos amigos: IMPACIÊNCIA, MEDO e INSEGURANÇA. Essa equipe trabalha exclusivamente para matar sonhos, planos para o futuro e fazer com que tudo o que acreditamos caia em descrédito. Com isso, eles provocam algo que chega a ser muito mais terrível que os quatro agindo juntos: a DEPRESSÃO que, disposta a tudo, abre espaço para FALTA DE FÉ, o DESÂNIMO, a DESMOTIVAÇÃO, e a DESISTÊNCIA agirem com tranquilidade. Como se não bastasse, o DESEJO DE SUICÍDIO muitas vezes, vem para unir-se a eles. Esse é devastador! E quando chega, promete agir até as últimas consequências.  Já é tarde quando percebemos que a tal ANSIEDADE antes apenas espivitada e apressada, é muito mais perigosa do que pensávamos.

Bom...

Essa minha lista poderia prolongar-se muito mais. Assim como a entrevista dada pela Drª. Gilda naquele dia. E eu até creio que isso ocorreria se ela não tivesse resumido o universo patológico das questões humanas numa frase que me marcou profundamente: " O ser humano sofre de si mesmo. E é desse mal que ele precisa ser curado."  

Se existem verdades absolutas, considero essa frase uma delas. 
De fato estamos tão doentes que temos permitido que o inimigo de nossas almas venha nos atingir com vilões outrora vencidos, que utilizam das mesmas  batidas e baixas armas para nos derrotar. Derrotar em uma guerra em que nós já somos mais que vencedores! Como isso pode ser possível? Mas é o que temos visto.  Vivemos na condição de escravos de nós mesmos, quando fomos chamados a ser livres!

Tudo isso porque temos saído para as batalhas diárias sem o armamento pesado. Temos saído para guerrear com a roupa do corpo! Enquanto dispomos das armas mais preciosas que um guerreiro pode ter! 

Por acaso, você ainda consegue se lembrar de quais são?  

São elas: AMOR, PAZ, ALEGRIA, BONDADE, BENIGNIDADE, FIDELIDADE, LONGAMININDADE, MANSIDÃO e DOMÍNIO PRÓPRIO.  Contra essas coisas não há lei e nem nada capaz de derrotar aqueles que são revestidos por elas! Isso é mais que fato. É PROMESSA! Promessa de um DEUS que não é homem para que minta. O ser humano sofre de si mesmo. Sem dúvidas. Mas para todo mal há uma cura e com esse não é diferente. Nossa cura chama-se de JESUS CRISTO.Porém, nesse caso específico, ser curado é uma questão de escolha. Cabe, então, a nós apenas  ter coragem, experimentar, tornar-nos saudáveis e voltarmos a guerrear! Pois, para isso é que fomos "sonhados", nascidos e criados!



(Ref. Gl 5: 16 a 26)

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Voltei!!!


Ei queridos!!! Estou de volta ao  NOSSO cantinho! Saudades!
Como é gostoso passear, conhecer novas pessoas, novos lugares...
Passar por novas experiências, guardar novas lembranças...Como é bom viajar!!!
Mas sempre que tenho essa oportunidade de sair da "mesmice", da rotina do dia-a-dia, de respirar novos ares... Bom, sempre que tenho essa deliciosa experiência, retorno com uma convicção: A volta é sempre melhor do que a ida!
Como é maravilhoso voltar para nossa família, amigos, nosso trabalho, nossa rotina (gostosa, apesar de cansativa!), voltar para nossas manias, para nossos pensamentos, planos, sonhos...
Voltar para nós mesmos! Sim, porque parece que só nos encontramos no nosso ambiente!rsrs...
Voltar com a bagagem cheia de coisas boas e poder dividí-la com pessoas especiais, sem sombra de dúvida, é bem melhor do que ir!
E eu estou de volta! Pronta para desfazer a mala e contar tudo a vocês!
Claro, através de poemas, canções, pensamentos....
Do jeitinho que eu gosto e que vocês já conhecem...rs


Aproveito para agradecer pela grande frequência de comentários ,pelo imenso carinho de todos eles, pelo número de seguidores que tem aumentado a cada semana....
Esse blog começou como um espaço para expôr as minhas idéias muitas vezes loucas, meus pensamentos, meus poemas e textos amadores... 
Mas acabou se tornando  um espaço comum onde as pessoas compartilham suas opiniões, criticam as minhas e acima de tudo, me incentivam muito e o tempo todo.
Obrigada mesmo, pessoal! 
Fico até emocionada com vocês! 
É apresença de vocês que faz desse cantinho um lugar mais que especial!


Quero muito que vocês leiam e comentem sempre, critiquem mesmo, opinem, cobrem posts novos...rsrsrsr.... Sintam-se bem à vontade SEMPRE porque esse espaço é NOSSO de verdade!

Que Deus abençoe a todos! 
Eu amo muito vocês!! Beijão!!





quinta-feira, 25 de março de 2010

Mala de mulher...


Esse poeminha surgiu quando me lembrei de minha viagem que será na próxima semana. Ficarei alguns dias distantes de vocês e desse nosso cantinho especial, vou morrer de saudades... Mas  calma... Eu vou só ali, me divertir e volto logo, logo cheinha de novidades para dividir... Beijão...

Pega a maquiagem e a bijuteria.
Pega as calcinhas coloridinhas.
Não esqueça o sutiã.

Coloca o vestido que combina com aquela rasteirinha.
Ponha também aquela bolsinha que é pra dar aquele "tchan" .

Shampoo, condicionador, creme para pentear.
Creme para modelar, creme para "desenrugar".
Desodorante e creme para os pés
Travesseiro e chinelos para o relax 
E não se esqueça de se depilar!

Biquini, bronzeador, protetor, chapéu...
E mesmo com o azul no céu não esqueça o edredon. 

Porque mala de mulher é assim
Feita, arrumada, conferida 
E num minuto estamos prontas pra curtir a vida 
Com todos os seus detalhes marcantes

Detalhes que fazem diferença, sim!
Pelo menos fazem toda diferença para mim
Que gosto de observar cada um deles
Tim tim por tim tim!

quinta-feira, 11 de março de 2010

Brisa...


Brisa nos transmite suavidade, leveza. É um vento brando. Vento é ar. Ar é vida. Mas brisa é um vento diferente. Quando penso em brisa me vem à mente sossego, serenidade, paz. 
Lembro-me de pós-tempestade e alívio.

A brisa está presente nas cenas românticas dos filmes e novelas,  no suspiro de amor, no passeio em alto mar, na caminhada do fim de tarde...
Mas também podemos encontrá-la logo pela manhã quando abrimos nossa janela, contemplamos um dia lindo, espreguiçamos demoradamente e sorrimos satisfeitos após uma noite de sono restauradora. 
A brisa nesses casos é simples, mas marcante. Tênue e agradável.
Porém, brisa também nos remete a vitória. 
Vitória sobre a turbulência, o maremoto, a forte chuva... Vitória sobre o caos! 
Ela está presente na respiração aliviada dos conquistadores. Aqueles que passaram por dificulades, problemas, tragédias, desafios, imprevistos... 
Mas que olham tudo isso como um passado superado e vencido. 
A brisa nesses casos é fresca, mas pacificadora. Sutil e primorosa.

Por isso gosto de viver tempos de brisa em minha vida. Me sinto forte, vencedora... Feliz!
Apenas pessoas muito corajosas tem momentos de brisa na vida. 
O ditado é certo: é somente " depois da tempestade que se pode viver a bonança "
Se a brisa chegou em nossa vida e podemos respirar com serenidade é sinal de que uma grande crise a antecedeu e foi vencida. 
A brisa vem dizendo que é momento de comemorar!!!
Porém, o " viver de brisa " beira a covardia. Porque normalmente quem adere a essa filosofia, opta por não se envolver, não se entregar, não amar, não se arriscar... Morre estando vivo!
A brisa vem gritando que é tempo de acordar!!!
A brisa é mansa, calma, porém, notável. Sempre chega em momentos decisivos  e devagar vai nos envolvendo. E nós participamos de sua dança sem perceber, sem relutar.
Mas eu tenho para mim que a brisa é bem mais que tudo isso!
Brisa é quase uma melodia. É a canção que Deus entoa dia a dia avisando para nossa vida que sempre é tempo e sempre para recomeçar...




segunda-feira, 8 de março de 2010

Tudo o que o amor queria ser...


Será mesmo que você me ama?

Estou com medo.
Eu odeio futebol.
Me abrace.
Saia de perto de mim.
Me faça um carinho.
Como assim vai sair com os amigos?
Você nunca me compreende.
Me ajude a abrir isso?
Essa roupa ficou boa?

Diga de novo que me ama?

Não seja grosseiro comigo.
Você anda tão calado.
Eu não estou chorando.
Diga alguma coisa.
Preciso de mais um jeans.
Quero ficar sozinha.
Por favor, não grite.
Você anda muito ausente.
Está me chamando de gorda?


 Você já disse que me ama? 

Pare com isso!
Preciso de você.
Você não reconhece nada do que faço.
Sei me virar sozinha.
Isso é rosa chá e não rosa chock.
Estou com dor de cabeça.
Estou me sentindo muito só.
Fiz um jantar para nós dois.
Você não trouxe nem um presente?


Por que você nunca diz que me ama?


Não notou nada de diferente em mim?
Você se esqueceu da data, de novo?
Vou para a casa da mamãe.
Preciso comprar roupas.
Não me toque.
Me dá um beijo?

Você não me ama mais?


Você nem me nota!
Estou cansada de tudo isso!
Sim,  comprei um sapato novo.
Você nunca tem nada para dizer!
Esse filme sempre me emociona.
Tire essa barata daqui!!!
Vamos fazer uma viagem juntos?
Não suporto mais nem ouvir sua voz!


Eu te amo demais....


Ah! Quanta insegurança!
Quantos questionamentos...muitos deles!
Dúvidas cruéis que invadem o pensamento e tomam conta das emoções.
E por falar em sentimento, o amor é o principal deles!
É em torno dele que tudo gira. Gira a vida. Gira o mundo.
Fato é que o mundo para em um segundo diante da beleza do amar.

A arte de amar...
Entre tantas vaidades, confusões, discussões, contradições, será que ainda é possível excercer?
Melhor nem pensar. Melhor nem dizer.
Mas há uma descoberta importante que fiz ao analisar tudo isso.
Descoberta sublime que acho importante não reter!
Fiquei admirada quando soube que MULHER é tudo o que o AMOR queria ser....

Feliz nosso dia!
Feliz dia Internacional da Mulher!

Beijo!

sexta-feira, 5 de março de 2010

Semeando coisas - Apenas uma breve advertência...


Coisa irritante é a "meninice"...
Coisa pequena é o orgulho...
Coisa covarde é a fuga...
Coisa dolorida é o desprezo...
Mas para todos os que optam por plantar essas coisas existe uma lei:  A lei da semeadura.
E o fundamento dela consiste nisto:
Aquilo que se planta, certamente é o que se colherá.
É só aguardar.... Boa sorte...


Não vou mais...



"Não aceito que as coisas fiquem cinza por dentro e por fora. Se algo tiver que ficar nublado, que seja o céu, não o meu coração". Liss Teles


A partir de agora, NÃO VOU MAIS:


Censurar os erros do passado: Passarei minha vida a limpo e farei dos erros meu aprendizado. Paciência...Continuarei errando porque só erra quem faz!


Criticar ou tentar modificar alguém: Mudarei apenas minhas atitudes. E vou mudar para melhor, sabe por quê? Porque ganho eu e ganha quem me ama também!


Abrir mão dos meus sonhos: Lutarei sempre para que eles aconteçam. Mesmo que eu leve uns tombos, vecerei meu medo e continuarei correndo atrás do melhor de mim.


Colocar minha felicidade nas mãos de ninguém: Vou ser feliz de qualquer jeito! De preferência, amando quem me ama, quem tem preocupações comigo e quem torce para me ver feliz!


Passar a vida esperando pelo que eu desejo que aconteça: Vou aproveitar hoje mesmo enquanto o amanhã não chega. Aprenderei a curtir cada momento com o que existe de bom aqui e agora!


Ficar com pena de mim pelos meus problemas e tropeços: Ao contrário. Agradecerei a Deus por minha força e por ter vencido cada uma das minhas tribulações. Lembrarei sempre que dificuldades, ao invés de castigo, são um grande estímulo à minha criatividade.


Ser pessimista e pensar no pior: Ocuparei meu tempo com algo útil, que me divirta ou que possa ajudar alguém. Vou esperar sempre pelo melhor e valorizar cada amigo e cada coisa boa que acontecer na minha vida.


Despejar problemas nos ombros dos amigos: Aproveitarei a presença deles para me alegrar... (Quando muito pedirei só um colinho...rsrsrsrs). Mas saberei respeitar e preservar meus amigos e com tanto carinho e zelo, nunca me sentirei só, não é?


Querer ser modelo de perfeição ou copiar o dos outros: Vou me aceitar como sou e dar o melhor de mim em tudo o que fizer. Mas acima de tudo: amar, amar e amar e ser muito amada!


A partir de hoje vou viver plenamente, sem medo e ser muito, muito, muito feliz!


By Ângela Moura e eu.




segunda-feira, 1 de março de 2010

Sobre o amor...

Fico lendo por aí algumas dissertações sobre o amor. 
Algumas até bem preocupantes, na minha opinião. Digo isso porque a impressão que dá é que as pessoas hoje em dia por simples falta de opção, estão se contentando com o comum. E como o comum para mim é sempre muito pouco, resolvi expôr minha posição a respeito. Então, lá vai:
Quem busca a pessoa perfeita corre um sério risco de morrer frustrado. Isso é fato.
Pois perfeito é QUEM nos criou. E apenas ELE.
E como seria chato conviver com um "perfeitinho" não é?Já que os defeitos são o grande desafio de quem ama de verdade. Se você consegue conviver com alguém apesar de quem essa pessoa é, eu creio que isso é amor de verdade.
Mas, para mim, amor é vida! É explosão! É empolgação! É felicidade extrema!
O amor de verdade é o primeiro e o último pensamento de cada dia!
É a saudade ao longo das horas de cada dia!
São as insuportáveis e adoráveis diferenças de personalidade.
É a paz de um relacionamento tranquilo, sereno, sincero, harmonioso.
É o despertar do seu melhor para o outro. É o renunciar de suas preferências pelo outro.
Amor para mim é extamente isso: intenso, livre, sem dúvidas, sem desconfianças, sem sofrimentos, sem dor...Amor é amor!
Diferente de paixão, de sexo, de tesão...
Tão ardentes e gostosos, mas proporcionalmente, superficiais e inconsistentes.
Já a consistência do amor é palpável e real.
Diante disso e de tudo o que vivi e aprendi ao longo de uma jornada sentimental marcante, decidi algumas coisas a respeito do amor:
Não quero alguém que simplesmente me aceite!
Não quero alguém que fique comigo simplesmente por causa das circunstância de minha vida que são consequências de experiências passadas não muito boas.
Não quero alguém que convenientemente se adapte aos meus horários malucos, minhas viagens inesperadas, minha agenda atribulada.
Não quero alguém que apenas seja carinhoso, que me compreenda, que tenha algumas idéias compatíveis.
Não quero um relacionamento sem emoção, sem empolgação, sem explosão!
Não quero! Podem me chamar de insatisfeita,exigente. Na verdade sou sim!
Porque quero alguém que eu ame! Quero alguém que eu faça feliz! Quero alguém por quem eu faça tudo! Quero alguém que seja tudo em mim!

Será que todos os que "pensam" que amam, tem alguém assim?




Amar é pensar em você tão alto a ponto de você escutar...

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

É você e sou eu...

O desconhecido é uma coisa tão louca!
O estranho e o inesperado são tão confusos!

Às vezes me pergunto o que está acontecendo?
Mas me volto para dentro de mim e vejo que até a pergunta está errada!
Eu deveria perguntar o que aconteceu desde quando eu "conheci" você?
Engraçado para quem lê é ver esse "conheci" entre aspas...
Mas eu explico:
Trata-se de um desconhecido conhecido.
Trata-se de um desejo oculto, inibido.
Trata-se de um amor proibido.

Proibido!? Por que proibido?
Isso nem eu mesma entendo!

Nem dá pra entender se estou pronta para viver!!
Queria gritar até que você ouvisse: Ei! Eu estou pronta para te amar !!!
Até quando você vai persistir em fugir de mim?
Até quando vai me fazer amargar caminhos distantes de você? Ei Volte aqui!!!!
Não me exclua, não me bloqueie, fale comigo!
Não me mate com sua ausência, com seu silêncio!
Por favor, volte aqui..

Como eu queria gritar até que você me ouvisse!

E quando me ouvisse parasse no caminho, olhasse para trás e me visse correndo até você.
E ao chegar perto, eu olharia no olho (janela da alma) e te falaria as verdades de nossos corações.
São verdades simples mas que nos afrontam por serem estranhas, insanas...
Afinal, nós ainda somos estranhos de corpos, nossos olhos nunca se cruzaram, nossas mãos nunca se tocaram...
Mas nossas vidas se entrelaçaram de forma brusca, virtual.
A canção nos uniu!
Ou melhor: o amor pela canção nos uniu!
Ou melhor ainda: O amor de quem ama canções nos uniu!

Então, nossas almas já se conhecem e já se envolvem a muito tempo!
Mesmo que você não goste disso, nem aceite...
Já fomos um do outro em pensamento, pelo menos. Não tenho dúvidas disso...
Não há malícia! Não há maldade!
Há somente uma doce vontade de te abraçar, deitar no teu colo, ouvir as batidas do teu coração, sentir teu perfume...
Que vontade de amar você!
Sem medo, sem restrições, sem confusões, sem discussões, sem más impressões, sem interrupções....
Que vontade de amar você encantadoramente.
Sim! Encantadoramente como sua natureza se revela dia a dia a mim.
Ai, que vontade imensa de amar você!

Mas voltando ao nosso momento...
Eu correndo. Depois diante de você. Depois olhando nos seus olhos...

Imagina!

Olhando pela primeira vez para os seus olhos!!!
Olhos expressivos que eu só contemplei por fotos.
Boca carnuda que eu já beijei em sonhos.
Carinha de menino bom. Coração puro. Sincero.
Esse é você para mim.
E mesmo sem ser pra mim, eu SEI que você é assim!

A mais linda canção está prestes a ser escrita.
A mais linda canção é o nosso momento! São as nossas verdades!

Então, eu tomaria coragem em grandes goles, para que ela fizesse efeito mais depressa e começaria a te falar:
Porque você está me impedindo de ser feliz?
Porque você está se impedindo de ser feliz?
Porque tanta distância, tanta veemência em me desprezar?
Porque não quer tentar? Porque não quer se arriscar?
O que temos a perder?

Depois de tantos questionamentos sem respostas, te pediria licença para me confessar...
Afinal, quero ser sua cúmplice... Quero te completar...
Não pode haver segredos!

Então eu te diria:
Fico te observando de longe... Sempre observo, discretamente...
Pelo menos tento, porque não sei muito ser discreta não...
Eu leio as entrelinhas de seus pensamentos publicados...
Quase consigo chegar à sua razão, quase toco em sua emoção.
Faço isso porque ludibrio seu íntimo com minhas confissões, confusões, sentimentos e sensações...E você se revela!
Como é lindo te ver! Como é gostoso estar perto de você! (mesmo longe...)
Como você consegue expor bem o que pensa!
Fico admirada! Encantada! Cada vez mais apaixonada!

E o meu davaneio é tanto que de repente eu me encontro!
Me encontro lá exposta em seus pensamentos!
Penso: Que loucura é essa?

Mas continuo lendo e de repente, vejo a nossa história! Vejo eu e você!
Será mesmo? Será eu? Será nós? Será?
Dúvida que só você pode responder...

Mas meu coração romântico e insano me diz com todas as letras: É você!
Mas quando ele diz isso já não sei se trata-se de mim ou de você!
Pois para o meu coração bobo, nós dois já somos UM.

Penso às vezes na loucura que é tudo isso!
Na loucura que se tornou a minha vida antes anônima e simples.
Hoje publicada e complexa!

E depois de te dizer tudo isso, olhando no profundo de seus belos olhos...
Olhos que somem quando você sorri, assim como os meus...
Olhos que eu tanto desejo ver de perto!
Olhos que eu tanto desejo que me admirem.
Sorriso que eu tanto desejo que me beije.

Depois de tudo isso, eu acordei...
Acordei de um sonho louco que a cada dia parece estar mais distante...

Mas mesmo assim eu decido por continuar sonhando.
Porque não há outra maneira de te ter aqui. E eu não quero desistir!
Quem sabe um dia eu deixo de acordar?
Não porque morri! Mas porque finalmente estou vivendo ao invés de sonhar!

Por isso persisto. Me arrisco.
E prefiro que seja assim...
Pois te confesso que ainda não descobri nada que seja mais doce do que ter você em mim...